Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão
Notícias
20/03/2018
Proposta para reduzir cadeiras na Câmara é arquivada

A proposta de emenda à Lei Orgânica do Município, protocolada na semana passada, que pretendia reduzir de 15 para 12 o número de vereadores na Câmara Municipal de Araçatuba foi arquivada logo após a leitura realizada ontem, durante a 7ª sessão ordinária do ano.

Por oito votos contrários e seis favoráveis, a matéria assinada pelos vereadores Arlindo Araújo (PPS), Professor Cláudio (PMN) e Cido Saraiva (MDB) sequer foi considerada objeto de deliberação e, por isso, não vai tramitar na Câmara.

Os vereadores Dr. Alceu (PV), Dr. Almir (PSDB), Dunga (DEM), Beatriz (Rede), Denilson Pichitelli (PSL), Gilberto Batata Mantovani (PR), Dr. Jaime (PTB) e Márcio Saito (PSDB) votaram contra a proposta.

Por outro lado, além dos autores da matéria, os vereadores Carlinhos do Terceiro (SD), Dr. Flávio Salatino (MDB) e Lucas Zanatta (PV) votaram a favor da proposta de redução.

Para o vereador Dr. Almir, a iniciativa tem cunho “politiqueiro”. “Se a intenção é mesmo reduzir despesas no Legislativo, que tal começar a diminuir os subsídios dos vereadores para um salário-mínimo? Dessa forma, poderíamos até mesmo elevar o número de vagas na Câmara para 21 parlamentares para aumentarmos a representatividade popular”, afirmou Dr. Almir.

O vereador Arlindo Araújo descartou o suposto apelo político da proposta. “Fiz questão de assinar a matéria para reduzir o número de cadeiras porque quando foi aprovado o aumento de vagas de 12 para 15 eu fui contra, até porque 12 era um número razoável. Dessa vez, a maioria dos vereadores matou a proposta no ninho, sem dar a oportunidade de ela tramitar na Câmara”, afirmou Arlindo Araújo.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação: João de Paula// Foto: Angelo Cardoso
Compartilhe:
<< Página Anterior